E-mail Marketing: Como fazer os clientes lerem e responderem

E-mail Marketing: Como fazer os clientes lerem e responderem

Já se passou da época em que o e-mail servia apenas para comunicação pessoal e mandar aquelas lindas mensagens sobre reflexão para os amigos. Hoje o e-mail é uma ferramenta totalmente importante para sua empresa, principalmente quando falamos em relacionamento, seja ele com fornecedores, colaboradores e, claro, quando é preciso se  comunicar com os clientes.

 

Sua importância não se deve ao fato de ser um meio mais rápido e direto de comunicação, mas também com todo esse avanço tecnológico no ramo da telefonia, o acesso ao e-mail se tornou algo mais acessível para as pessoas, que mesmo através do celular conseguem checar sua caixa de entrada. E, justamente por ter um grande peso em sua empresa é preciso saber como usá-lo e de que maneira trabalhar para que os clientes não enviem o e-mail diretamente para a lixeira.

 

Independentemente se a sua empresa for virtual ou física, o relacionamento através do e-mail deve ser algo fundamental quando se quer garantir credibilidade e confiança para os clientes. Um outro motivo muito bom para se relacionar por e-mails é que por se tratar de uma ferramenta virtual tem a função de deixar armazenada tudo o que for enviado ou recebido, o que garante mais segurança para ambas as partes, fora isso os custos são bem menores e também sua forma didática facilita muito o processo da comunicação.

 

E-mail Marketing: Como fazer os clientes lerem e responderem
E-mail Marketing: Como fazer os clientes lerem e responderem

 

Mas, afinal, de que forma a comunicação por e-mail deve acontecer com o cliente?

 

O primeiro passo a ser seguido é manter seu e-mail bem organizado, uma dica que pode ser útil é limpar sua caixa de entrada diariamente, mas não exclua-os totalmente, crie pastas referentes aos assuntos tratados para que fiquem arquivados ali caso surja algum imprevisto. Além disso, crie formas de se lembrar dos e-mails que devem ser enviados naquele dia da maneira que preferir, mas lembre-se que é preciso deixar um tempo apenas para checar o e-mail, mesmo que isso signifique que outros e-mails serão respondidos só no outro dia, pois se passar o dia todo respondendo-os, não fará mais nada.

 

O assunto é algo que merece sua total atenção, afinal das contas é ele que aparecerá na caixa de entrada de seu cliente, se for bom, com certeza chamará atenção, caso contrário já saberemos aonde ele vai parar.

 

Não esqueça de que seu e-mail disputará a atenção do cliente com muitos outros, tenha em mente três questões para a formulação do assunto: ‘Qual é o tema foco do e-mail?’ ‘é com caráter de urgência?’ e ‘Me despertaria a atenção abrir um e-mail com esse assunto?’, com essas perguntas em mente será possível criar um assunto que atice mais a curiosidade do cliente.

 

Voltando a última pergunta feita no parágrafo anterior, ela deve ser levada em consideração também ao longo da criação de todo o e-mail, é necessário se colocar no cliente e analisar se as formas de linguagem empregadas são chamativas e se condizem com o perfil da empresa, afinal, se a sua empresa deseja transmitir uma imagem de seriedade, é inadmissível que o e-mail contenha muitos erros ortográficos, abreviações e gírias.

 

É necessário responder todos os e-mails?

 

A resposta para essa pergunta é muito simples: Sim! A falha de muitas empresas é tratar o e-mail como se fosse algo que não merecesse tanta atenção, e por mais que você já tenha resolvido o problema em questão por outros meios, é essencial responder o e-mail formalizando o que se foi feito.

 

E-mail Marketing: Como fazer os clientes lerem e responderem
E-mail Marketing: Como fazer os clientes lerem e responderem

 

Porém, não é porque precisa-se responder o e-mail que deve ser enviada respostas do tipo: ‘irei solucionar seu problema e logo mais lhe responderei.’ Tudo isso porque através dessas respostas seu cliente continuará com a mesma dúvida e ainda mais ansioso para obter a resposta eu precisa, portanto não se esqueça de responder o cliente quando realmente souber o que redigir no corpo do e-mail.

 

Também não vale inventar respostas ou se basear em ‘achismos’ para que a resposta seja rápida e o cliente então fique esperando. Existe uma grande diferença entre ser rápido e descuidado e ágil e eficaz. Sempre dê prioridade para a segunda opção, pois ela fará sua empresa colher ótimos frutos do bom relacionamento com o cliente através dos e-mails.

 

Veja mais:

B2B OU B2C: ENTENDA A DIFERENÇA ENTRE UM PÚBLICO E OUTRO

CONCEITOS BÁSICOS DO MARKETING DIGITAL QUE VOCÊ PRECISA SABER

FAÇA UM PLANEJAMENTO DE MARKETING DIGITAL

Deixe seu comentário sobre esse post =)

Feito por: Layer Up

Vamos manter contato?

Fundadora da Layer Up - empresa especializada em Mídias Sociais para empresas. Graduada em Comunicação Social, estudou também Marketing na ESPM (Escola Superior de Propaganda e Marketing) e possui 15 anos de experiência profissional, com atuações em empresas como Editora Abril, Editora Globo, Editora 3, Grupo Ikezaki e Cers Cursos Online.
Ainda não há comentários, seja o primeiro!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *