Receba notícias, infográficos e dicas imperdíveis para turbinar suas redes sociais e potencializar seu negócio!
SEO e redes sociais: entenda como essa união pode influenciar seus resultados!
27/02/2015 | POR

Todos os principais mecanismos de busca como o Google, Bing e Yahoo possuem “ranking” de pesquisa, ou seja, as páginas da web são listadas de acordo com o que a mecanismo de busca considera mais ou menos relevante para os usuários. Como todos os sabemos, os sites campeões de acesso costumam aparecer nas primeiras páginas dos mecanismos de busca.

 

Seo e redes sociais

 

“Mas como esses sites conseguem aparecer nas primeiras páginas?” você já deve ter se perguntado. Há basicamente duas maneiras. A primeira consiste em criar anúncios de links patrocinados utilizando o programa Google AdWords. A segunda, esta sem qualquer custo, consiste em utilizar as técnicas de SEO (em inglês, Search Engine Optimization) ou aqui no Brasil simplesmente conhecido como “otimização de sites”. As técnicas de SEO ajudam os mecanismos de busca a considerarem o site relevante para os usuários, ou seja, permitem com que ele fique nas primeiras páginas dos mecanismos de busca.

 

SEO: Como funciona?
Hoje em dia, os mecanismos de busca geralmente consideram que o site mais relevante é aquele que contém as melhores e mais valiosas informações. É claro essa avaliação não é feita de forma manual, e sim através de equações matemáticas (algoritmos) e de uma técnica chamada de justificação intuitiva, que é a probabilidade acerca dos hábitos dos usuários.
No passado, quando as técnicas de SEO ainda estavam engatinhando, a otimização de sites era inteiramente baseada em codificação e uso exagerado de palavras-chaves e, com isso, o Google (principal buscador) acabou punindo muitas páginas e sites que utilizavam as palavras-chaves de modo excessivo e desnecessário, fazendo com que elas perdessem posições no “ranking” de pesquisa. Tais estratégias “desleais” são conhecidas como Black Hat SEO, que nada mais é do que o mau uso das técnicas de SEO. Dentre elas estão:

 

  1. 1. a criação de inúmeras páginas apenas com o intuito de gerar links para o site primário;
  2. 2. uso abusivo de palavras e termos;
  3. 3. ocultação de palavras no site (ex.: fonte escura em um fundo escuro) e etc.

 

Apesar da evolução da tecnologia em otimização de sites, há ainda quem pense que SEO consiste apenas em “palavras-chaves”! Ledo engano! 

 

Para os mecanismos de busca, relevância significa mais do que encontrar uma página lotada de palavras repetidas e termos que não dizem absolutamente nada! É por este motivo que os especialistas em SEO recomendam que os sites se foquem mais em conteúdo de qualidade (tanto nos sites quanto nas redes sociais) do que em palavras-chaves.

 

LEIA MAIS SOBRE SEO: COLOQUE SUA MARCA NO TOPO DO GOOGLE

 

Como as redes sociais ajudam no SEO
Por mais estranho que pareça, os perfis empresarias nas redes sociais já são, por si sós, estratégias de SEO.  Você já reparou que, ao procurar por uma empresa do Google, os primeiros resultados que aparecem são os perfis das redes sociais? Pois é!

 

Os perfis no Instagram e no Pinterest da empresa de tecnologia “General Eletric”, por exemplo, aparecem na listagem do google em 5º e 6º lugar, respectivamente, e o perfil no Twitter aparece em 8º lugar.

 

Ter um perfil empresarial nas redes sociais aumenta a exposição da marca e o número de visitas no site, até porque muitas redes sociais já são consideradas como mecanismos de busca. Hoje em dia, muitos usuários costumam procurar por algo nas próprias redes sociais em vez de irem para o Google ou outro mecanismo de busca.

 

Se sua empresa estiver no Twitter, por exemplo, é perfeitamente possível que algum usuário encontre e se interesse por algum produto ou serviço de sua empresa ao procurar por hashtags ou tweets relacionados.

 

Além disso, se sua empresa é ativa nas redes sociais e publica conteúdo de QUALIDADE, provavelmente ela tem diversos fãs, o que significa que o nome de seu produto ou marca será mais bem divulgado e compartilhado. Todo esse compartilhamento gera um maior número de buscas pela sua marca, e quando os mecanismos de busca entendem que houve um aumento do número de usuários procurando por sua marca, ela obtém uma melhor posição no “ranking” de pesquisa.

 

Outro fator muito importante que eleva a posição de sua marca é a Indexação, que é o ato de organizar uma página da web de acordo com o seu conteúdo e assim identificá-la facilmente em uma base de dados. São os mecanismos de busca quem indexam as páginas, e quanto melhor indexadas elas estiverem, melhor será sua posição nos rankings de pesquisa.

 

As redes sociais aceleram esse processo de indexação uma vez que elas influenciam no número de links direcionados a uma página e, quanto mais acesso uma página recebe, mais rápida está página será indexada nos rankings dos mecanismos de busca.

 

O que podemos concluir disso tudo é que, definitivamente, investir em um perfil empresarial nas redes sociais pode dar uma baita de um empurrão no SEO da sua página, ampliando assim os resultados do marketing digital e atraindo novos clientes e consumidores para a sua empresa!

 

Ah, não se esqueça, qualquer dúvida, estamos sempre à disposição!

 

LEIA MAIS SOBRE SEO: COLOQUE SUA MARCA NO TOPO DO GOOGLE

 

VEJA TAMBÉM: 10 MOTIVOS PARA SUA EMPRESA ESTAR NO TWITTER 

Redatora de Mídias Sociais da Layer UP - empresa especializada em Mídias Sociais para empresas.